16/02/2017 às 22h03min - Atualizada em 16/02/2017 às 22h03min

Foi-se o tempo

Foi-se o tempo em que mandava-se flores / Hoje, realiza-se transferência bancária!
Foi-se o tempo em que enviava-se carta / Hoje, manda-se um “zap”!
Inocência nas crianças? / Já era!
Foi-se o tempo em que tomava-se benção aos pais/ Hoje, pergunta-se: “como vai coroa”!?
Foi-se o tempo em que houve política / Hoje, apenas “sujeira”!
Foi-se o tempo em que os fatos nos impressionavam. / Hoje, nem a morte nos impressiona mais!
Foi-se o tempo em que ouvia-se música de fato./ Hoje, temos um lixo sonoro. Aliás, pior que lixo, porque lixo é reciclável!
Gratidão, respeito, sinceridade, honestidade? / Foi-se o tempo!
Falar de Deus? / É ser careta!
E o amor?/ Sem comentários. 
Enfim, foi-se o tempo em que muita coisa boa acontecia!
Todavia, a vida é curta pra ser pequena. Não podemos nos acostumar com tamanha afronta aos bons costumes. Assim sendo, não deixe que os maus costumes façam perecer as maravilhas que Deus nos entregou de bandeja! Não perca tempo, faça valer a pena! 
Encerro com parte de uma letra de uma música que acredito que marcou a vida de todos, pelo menos a de minha geração:
“Eu queria que essa fantasia fosse eterna, quem sabe um dia a paz vence a guerra e viver será só festejar!”
 

E-mail: linodrumond@hotmail.com
Contato: (71) 9 9168-4016

Link
Tags »
Relacionadas »
Comentários »
Disponível no Google Play
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com o Jornal