20/09/2019 às 12h00min - Atualizada em 20/09/2019 às 12h00min

Suspeito de ser o ‘maníaco do carro preto’ e estuprar duas garotas é preso em Simões Filho

Juliana Ribeiro
Simões Filho Online
Foto: Ascom Polícia Civil
Um homem identificado como Eucimar Veloso Juriti, foi preso por porte ilegal de arma no município de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador. Ele também é acusado de ser o “maniaco do carro preto”, sendo o principal suspeito de estuprar duas adolescentes em Simões Filho. Ele foi preso nesta última quarta-feira (18/9), mas a informação só foi divulgada na tarde desta quinta-feira (19/09), pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia, através da Polícia Civil.

De acordo com a Polícia Civil, Eucimar foi preso por investigadores da 22ª Delegacia Territorial  de Simões Filho. O acusado foi flagrado com um revólver calibre 38, municiado e de numeração raspada. Eucimar estava a bordo de um veículo, no bairro de Ilha de São João e tentou fugir quando avistou os policiais.

O delegado Ciro Palmeira Carvalho, titular da 22ª DT/Simões Filho, vai solicitar à Justiça a prisão preventiva de Eucimar, por estupro de vulnerável. A investigação está em andamento na unidade desde o último dia 12, quando as vítimas registraram a ocorrência.

Ainda segundo a Polícia Civil, o crime ocorreu no dia 11 de setembro e as vítimas e testemunhas, que reconheceram o autor, já foram ouvidas na delegacia, que expediu as guias pericias.

Segundo o delegado, Eucimar negou o estupro, mas confirmou ter mantido relações sexuais com as vítimas, alegando não saber que se tratava de adolescentes.


Autuado em flagrante por porte ilegal de arma, ele está custodiado na 22ª DT, à disposição da Justiça e será encaminhado para audiência de custódia. A arma apreendida já seguiu para a perícia, no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

Entenda o caso do ‘Maniaco do carro preto’

No inicio da noite do dia 11 de setembro, duas garotas, ambas de 16 anos de idade, sequestradas e estupradas por homens armados que estavam a bordo de um carro Pálio Preto, com placa não anotada. Elas foram abordadas e obrigadas a entrar no veículo, sendo levadas para outro local onde foram cometidos os abusos.

Após praticar o ato, os criminosos teriam liberado as meninas em um trecho do Centro Industrial de Aratu (CIA). Elas foram obrigadas a voltar para o bairro onde moram andando em meio a pista escura e deserta.

Na ocasião, a 22ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) emitiu nota confirmando o caso e disse que “recebeu a informação de que um veículo PALIO-PRETO, placa ignorada, teria colocado duas adolescentes no referido veículo e tomado destino ignorado. Os policiais realizaram diligências e localizou as garotas nas proximidades da rotatória de Mapele. Os policiais militares mantiveram contato com os familiares das vítimas, orientando-os a procurar o posto de saúde, delegacia e assistência psicológica”, diz a nota da PM.

As garotas foram levadas para atendimento no Hospital Municipal de Simões Filho (HMSF).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disponível no Google Play
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com o Jornal