15/10/2019 às 09h30min - Atualizada em 15/10/2019 às 09h30min

Padrasto acusado de matar menino de 4 anos já foi preso em flagrante por crime de trânsito

Juliana Ribeiro
BNews
Foto: reprodução
O homem suspeito de matar a facadas o menino de 4 anos em Santo Antônio de Jesus já é investigado em ação penal, acusado de dirigir embriagado e atropelar duas pessoas na cidade do Recôncavo baiano, em 2016. Edilton Araújo Andrade Júnior, 24 anos, deferiu 15 facadas na criança, que foi defender a mãe das agressões dele, no último sábado (12).

Em janeiro de 2016, de acordo com processo que o BNews teve acesso, Edilton foi flagrado pela polícia após colidir um carro com uma moto, causando lesões graves em um casal. As vítimas foram socorridas pelo Samu e encaminhadas ao Hospital Regional de SAJ, onde passaram por diversas cirurgias. No veículo do suspeito, os policiais encontraram uma garrafa de uísque vazia.

Ao ser abordado, o homem se recusou a fazer o teste do bafômetro e foi levado para a delegada, preso em flagrante. Em depoimento, ele confessou que estava dirigindo embriagado. No auto de prisão, os agentes declararam que Edilton estava “com a capacidade psicomotora alterada” no momento da colisão.

Além disso, a perícia comprovou que ele dirigia de maneira imprudente quando causou o acidente, o que levou o Ministério Público da Bahia (MP-BA) a pedir a condenação dele pelos crimes de lesão corporal grave, mediante acidente de trânsito e ingestão de bebida alcoólica.

Após a prisão em flagrante, Edilton pagou fiança, no valor de cinco salários mínimos, e recebeu autorização para aguardar a instauração da ação penal em liberdade. No entanto, os oficiais de Justiça jamais conseguiram citar o acusado, o que só aconteceu nesta segunda-feira (14).

Depois de supostamente matar o enteado, ele tentou tirar a própria vida, mas foi encaminhado ao Hospital Regional de Santo Antônio, onde permanece custodiado e depois deverá ser encaminhado ao sistema prisional.

No dia do crime, 12 de outubro, Miguel Martins Pita, 4 anos, recebeu 15 facadas do padrasto ao tentar defender a mãe, Manuela Silva Costa Martins, das agressões de Edilton. A mulher ainda chegou a ser ferida, mas conseguiu fugir. A criança foi enterrada nesta segunda, no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disponível no Google Play
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com o Jornal