04/11/2019 às 13h43min - Atualizada em 08/11/2019 às 00h03min

Fisioterapia pode agir como alternativa para tratamento de hérnia de disco

Cerca de 5,4 milhões de brasileiros sofrem com hérnia de disco, sendo que 1/3 dos casos registrados são em mulheres e 2/3 em homens

DINO
https://www.smcare.com.br/

A hérnia de disco é um mal que aflige milhões de brasileiros, causando dores nas costas e limitando a capacidade laboral em razão de dificultar a locomoção e o manuseio de objetos pesados.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), cerca de 5,4 milhões de brasileiros sofrem com hérnia de disco, sendo que 1/3 dos casos registrados são em mulheres e 2/3 em homens. Outro dado relevante apontado pelo IBGE se revela no fato de que, em 76% dos casos, o paciente sofre com dores nas costas há mais de dez anos.

A hérnia de disco e suas causas

Uma pessoa adulta tem cerca de 70 cm de coluna vertebral que sustenta o corpo e serve de condutor para a medula espinhal. A coluna vertebral é formada por dezenas de vértebras, contendo, entre elas, um tecido cartilaginoso em forma de disco, são os chamados discos intervertebrais.

A função dos discos intervertebrais é evitar o atrito entre as vértebras. Na medida em que acontece o desgaste, esses discos podem sofrer o deslocamento de sua posição, expondo ou comprimindo raízes nervosas, especialmente na coluna lombar e cervical, provocando as lombalgias.

Entre as causas principais para as hérnias de disco, se destacam especialmente a predisposição genética e o envelhecimento. Contudo, há várias circunstâncias que podem provocar ou aumentar os riscos para o desenvolvimento de hérnias de disco.

- Obesidade: o excesso de peso corporal pode forçar a coluna, provocando o desvio dos discos intervertebrais.

- Esforços físicos exagerados ou repetitivos: carregar muito peso ou traçar movimentos idênticos vezes sem fim também podem provocar o desgaste dos discos gerando traumas ou atritos entre as vértebras.

- Sedentarismo: por outro lado, uma vida sedentária enfraquece a musculatura, contribuindo para o risco de surgimento de hérnias discais em razão de má postura ao sentar ou levantar, pouca mobilidade ou desequilíbrio.

Sintomas e tratamentos

Há vários tipos de hérnias de disco e o tratamento dependerá do correto diagnóstico da doença. Para isso, a melhor decisão para quem sofre de dores lombares é procurar orientação médica especializada.

Os sintomas mais comuns das hérnias discais são:

- Lombalgia, o termo médico para as dores nas costas;

- Parestesia, formigamento;

- Dor na perna, na coxa ou no braço.

O diagnóstico deve ser feito clinicamente, por meio de exame físico, exames de imagem e exames neurológicos para quadros mais graves. Uma vez diagnosticado o tipo de hérnia de disco, o médico especializado deverá recomendar um programa fisioterapêutico.

O tratamento deve ser realizado em clínicas de fisioterapia, com profissionais habilitados para a aplicação de técnicas de fisioterapia manual, mesa de tração eletrônica, mesa de descompressão dinâmica, estabilização vertebral, entre outras indicadas às hérnias discais.

Para mais informações, visite o site da SM Care, uma clínica de fisioterapia com uma ampla estrutura, equipamentos de última geração e profissionais qualificados para oferecer o tratamento adequado ao quadro do paciente para que recupere sua mobilidade sem dores e possa retomar a vida com qualidade.



Website: https://www.smcare.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Disponível no Google Play
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Fale com o Jornal