Entram em regime de layoff 1600 trabalhadores da Ford em Camaçari

julho 17, 2020

Ficarão em regime de layoff, por um período de 90 dias, 1.600 trabalhadores do Complexo Ford em Camaçari. A medida foi tomada em função da crise no setor automotivo, provocada pela pandemia da Covid-19 que resultou na estagnação da economia.

A implementação do layoff foi a alternativa encontrada pela montadora e o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari, para assegurar a empregabilidade. Os trabalhadores durante o período de afastamento das atividades terão os salários garantidos.

Segundo o presidente do sindicato, Júlio Bonfim, a preservação dos empregos foi possível por conta do Acordo Coletivo firmado recentemente em mesa de negociação entre a montadora e a entidade que defende a categoria. “Garantimos estabilidade por quatro anos. O cenário poderia ser de centenas, até milhares de demissões ou cortes de direitos, como tem ocorrido em montadoras em outras partes do país”, explicou.

O layoff já tinha sido aplicado em 2016. Agora em 2020, o regime inicia em 1º de agosto até 1º de novembro, onde nesse período os vão passar por curso de qualificação online do Senai. “Em primeiro lugar, nossa preocupação é com a saúde e a vida do trabalhador, por isso estamos desde o começo da pandemia discutindo e conquistando medidas que assegurem a segurança no chão de fábrica. Em segundo lugar, estamos conseguindo preservar o emprego e os direitos dos trabalhadores, num momento tão delicado para a saúde pública e a economia do país”, ressaltou Júlio Bonfim.